quarta-feira, fevereiro 25, 2015



Meteu dó....a PGR...

Meteu dó ver a Procuradora Geral, engasgar-se, balbuciar, ao confirmar as claras e gritantes fugas de informação do processo «Marquês». Fugas que visam julgar José Sócrates na Praça Publica, antes do seu julgamento final no Tribunal ( se chegar lá...), com a clara contra partida editorial de um grupo falho de escrúpulos, ao mesmo tempo preparando o seu assassinato politico. A Srª Procuradora, por acaso irmã do Senhor Procurador Marques Vidal, que perseguiu assanhadamente José Sócrates no processo «Face Oculta» decorrido em Aveiro (lembram-se da fita das escutas ?),deu hoje um espectáculo deplorável, dando aos juízes ( todos nós) mais do que indícios perturbantes de que não falou verdade.Ou toda a verdade. O que no caso de um PGR é muito grave.  

(ex: jurou não se voltarem a verificar mais fugas, mas não disse que procedimentos foram fixados, e a quem dirigidos, para as evitar)

E disse mais a Srª PG : seria um atrevimento da minha parte garantir que não há nenhuma fuga por parte do MP.

Desde logo parece evidente, que estando o processo «das fugas de informação» ( em que  JS se constituiu assistente) na fase de inquérito, ainda em segredo da justiça, a Srª Procuradora, ela própria, parece ter cometido uma fuga de informação.

Em outro qualquer País civilizado, a Procuradora só teria que aguardar o fim do Inquérito, para esclarecer e tornar publicas as conclusões. Isso sim, seria importante. E urgente.

Enquanto o Processo Marquês segue com delírios constantes (pois até já mete Condessas &  Cinco (!) estranhas mulheres), temos sérias razões para pensar que este processo é, claramente político usando a corrupção para obter os resultados finais (muito) antes do apito do arbitro dar por terminado o jogo.

Quem quiser continuar a ler as ultimas fugas, basta hoje ir aos pasquins da empresa  de CS, já denunciada, como a que suporta o custo das mesmas. Um copo de água no oceano tendo em conta a explosão das vendas editoriais (pasquins, revistas cor do burro quando foge, canal televisivo montado para este fim, etc).

Se o corruptor já foi denunciado, quem serão os corruptos?

SF

terça-feira, fevereiro 24, 2015


E assim vamos …


Tem reinado uma enorme e bem orquestrada postura do desejo que a Grécia fosse vencida, logo ao 1º round.

Por mim, disse-o sempre, tinha a certeza que nunca o seria. A Alemanha falava grosso ( e os  portuguesitos pelo seu Presidente e (Governo), diziam dá-lhe forte…) mas uma já significativa maioria, desejava mesmo que o magno problema fosse(finalmente!) discutido. E a Grécia com uma coragem e habilidade singulares, baralhou e deu cartas. Porque sabia que este primeiro round era só para fazer de conta….

O Senhor Varoufakis até pareceu arrogante. Não foi? E o Tsipras um excelente e singular politico, a deixar-se ficar por detrás da cortina. Mas a questão era tão simples: se os outros países queriam, de facto, serem reembolsados, só se a Grécia crescesse. E para que cresça, é preciso parar com a austeridade desbragada. No 1º assalto, as coisas teriam de ser assim…e por isso o resultado era certo…

Tal e qual o que se passa em Portugal. Só que os economistas que temos por cá ( com algumas, raras  excepções) são gentiaga de tacho certo e saber duvidoso. Reparam como por encanto Cesar Neves, Beleza   & Cª desapareceram do mapa?).

Quem tenha acompanhado a Comunicação Social externa, daria de imediato conta o desencontro com que a mesma ia, observando e comentando a jogada de mestre (fosse qual fosse -ou venha a ser– o desfecho) e o que a Comunicação Social (i…obs…e televisões) aqui ,exultavam a cada recuo negocial.

Iremos por isso ver. Mas que nada fica igual, isso poderemos ter a certeza. E vai ser interessante ver o que se vai passar com os calendários eleitorais, próximos.

 

O Sr  Yanis Varoufakis

 Comecei a conhecer o Sr. Varoufakis, um pouco antes de ele ter entrado para o governo grego. Já aqui um dia o referi (e aconselhei) o excelente livro «O Capital no Séc. XXI –de Thomas Piketty. Nele este excelente ( e notável!) economista (que se deu ao luxo de recusar a Legião de Honra, oferecida por Hollande) resume que será necessário para resolvera crise europeia: por a funcionar o imposto sobre os mais ricos. De outro modo, prova, a europa nunca crescerá acima dos 2% (e as dívidas soberanas serão impagáveis).
Ora Varoufakis foi dos primeiros a entrar em polémica com o colega francês. E manteve (e mantém!....) opinião diferente: os governos é que têm na mão o poder para fazer crescer os Países, investindo fortemente, mas bem…

Foi excelente seguir a polémica. E depois acabar por conhecer o irrequieto Varoufakis,um economista conceituado que lamenta ter sido um Professor de Economia sem nunca se ter ensaiado como economista. E é agora tempo de se ensaiar. E até se deixa apaixonar por um convite de uma start-up americana, produtora de jogos informáticos. E logo se especializou na teoria dos jogos…

Tipo brilhante, que arrisca. Que foi extremamente duro e pouco preconceituoso com os ministros europeus, que não apreciaram a denúncia por ele feita que na europa o rei vai nu…para o abismo.

Por isso fiquemos na expetativa. Aproveitando, como os corredores, a lebre que vai á frente, que nos permite corrigir o caminho.

Por isso foi triste ver Portugal rendida a um tipo (Schauble) de que basta a figura grotesca para  me meter arrepios.  
( E por cá todos à espreita da lebre)
SF

quarta-feira, fevereiro 04, 2015




                                    Viúva da lua.        


                                    e foste tão rápida na saída,

                                    fugindo sem eu dar por ti,

                                    que já não me lembro

                                    de como são os teus olhos,

                                    tuas mãos. Nem sequer os teus cabelos:

                                    só me resta o sabor do ultimo beijo, roubado.

 
                                     hoje, nesta noite de lua cheia

                                     enviarei  uma borboleta de mil cores

                                      mil  fascínios,

                                      que te levará  todos os beijos que não te dei.

                                     

                                      não a prendas;

                                      devolve-ma...viúva da lua ... 

                                      de  coração sem eco.

   SF
     (Nota ; e de vez em quando pesca-se nos papéis.....não eu avesso a tudo o que está pra trás, mas  quem vai cuidando de os imolar á fogueira. Só hoje queimei mais de uma centena....)